anakeli-medeiros

No concurso, promovido pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Malacacheta, você foi eleita Rainha do Rodeio, concorrendo com outras meninas muito belas. Isso lhe deixou envaidecida?
- Com toda certeza me senti envaidecida, por se tratar de meninas tão graciosas e carismáticas. Foi uma grande responsabilidade representa-las e foi com muita afeição que assim o fiz.

Além de emprestar sua beleza e seu carisma aos eventos, o que mais faz uma rainha?
- Fui bem-afortunada por participar de um evento deste porte. A festa foi prazerosa e linda. No entanto, creio que não somente no papel de Rainha do Rodeio, mas também no dia-a-dia, procuro tratar todas as pessoas com respeito e dedico todo o meu tempo em ser cordial com aqueles que se aproximam de mim. Penso que ninguém perde por ser humilde.

O que foi mais emocionante o concurso ou os eventos que o sucederam?
- O concurso. Por se tratar de uma disputa e ainda por eu ser uma pessoa bem ansiosa teve um impacto maior. Creio que o fato de
esperar por um resultado pelo qual tanto se dedicou e almejou e ele surgir, é uma sensação formidável.

Se há um consenso na cidade, é que a Festa do Peão foi um sucesso. Você esteve presente o tempo todo, interagiu com seus
súditos, com os artistas, etc. Qual momento você não vai esquecer nunca?
- Foram muitos os momentos que eu vou guardar com muito carinho. Mas em especial sempre vou me lembrar da maravilha de
entrar na arena durante a locução de Marco Brasil, que por sinal é uma pessoa iluminada e de imensa simpatia.

Devido aos afazeres, por recepcionar as celebridades e de ser tietada também, afinal todo mundo queria tirar fotos com a rainha,
não houve objeção por parte de seu namorado?
- Nenhuma objeção, pelo contrario, ele foi, e é, um grande apoiador dos meus sonhos e objetivos, incentivador e companheiro. Muito espirituoso, ele leva sempre na esportiva e nunca tem tempo ruim. Não mediu esforços para estar comigo nesta grande realização e ele sabe o quanto o admiro e amo. Tenho muita sorte.

Cada vez mais os eventos ligados ao campo estão tendo destaque em nosso município, isso lhe agrada e você acha que é esta a vocação natural de Malacacheta?
- Sim, levando em conta que a cidade não oferece muitos atrativos e que, além de atrair pessoas para participar e comemorar conosco, a renda fica na cidade, me agrada muito. Entretanto, não acho que seja sua única vocação, Malacacheta possui um grande potencial para crescer e continuar retomando suas antigas tradições.

Fale-nos mais sobre você. Do trabalho, dos estudos, se tem algum hobby, se torce por algum time e até a idade se quiser.
- Sou cruzeirense, a ovelha negra da família. Tenho 18 anos, trabalho como auxiliar administrativa na Autoescola Stilus, sou uma apaixonada por leitura e curso o 2º período de Direito na Faculdade Doctum em Teófilo Otoni. 

Sei que você é muito jovem e não precisa, mas, para manter essa forma exuberante, tem algum segredo?
- Obrigada pela gentileza, mas não tenho nenhum segredo e até estou procurando viu? Se souber de algum, pode me avisar (risos). Até já tive alguns ápices de academia e esportes, mas devido o trabalho e os estudos não encontro tempo para prosseguir.

Planos para o futuro.
- Por hora é fazer um bom curso, me formar com excelência e passar na prova da OAB. Com Deus sempre a frente de minha jornada e meus esforços tenho certeza que atuarei na área jurídica. Pois, é meu sonho de infância e não abro mão.

anakei medeiros malacacheta006Para quem você tira o chapéu ( já pode né)?
- Tiro o chapéu para minha irmã e amiga Vanessa, que não mediu esforços para que minha participação na festa do Sindicato fosse bem sucedida. Confeccionou minha roupa, meu chapéu, foi atrás de cada detalhe, e assim pude me tornar a RAINHA DO RODEIO.

Celebrou junto de mim esta conquista, e mais uma vez se esforçou em busca de todos os trajes da Festa do Peão. Por isso me sinto tão honrada com o título, porque foi algo que conquistamos juntas. 

Também o tiro para meus familiares, amigos, namorado, aqueles que direta e indiretamente torceram por mim e empresas que me apadrinharam com tanto carinho TOP COUNTRY e AUTOESCOLA STILUS. Meus sinceros agradecimentos.

E por fim, tiro para o INFORMAL, pelo belo trabalho que vem sendo executado e agradeço pela oportunidade que me concedeu em participar deste sucesso.

0
0
0
s2sdefault
Topo
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com