abrigomarianeta-malacacheta

O Abrigo Maria Neta foi um sonho do saudoso Monsenhor Jorge.

Maria Neta entregou a casa onde morava para a Igreja e dona Maria de Camilo doou uma boa quantia em dinheiro para fazer feira para idosos e pobres.

Monsenhor Jorge achou melhor iniciar no lote a construção de uma casa para idosos. Os Vicentinos compraram uma casa velha perto da casa de Maria Neta, que demolida, aumentou o lote. Pico, pedreiro da época, fez dois quartos grandes, quatro banheiros, uma cozinha grande com fogão a lenha e serpentina para os banheiros e dois alpendres.

A senhora Maria Neta ocupou um quarto até falecer. Com a dificuldade para a manutenção, Monsenhor Jorge não teve coragem de colocar idosos, ficando a casa para aluguel de escolas.

Passaram anos e tudo estragou, ficando a casa sujeita à enxurrada com muita terra.

Tereza de Basti, ao aposentar-se da Escola Estadual “Deputado Castro Pires”, pediu a Padre Chico a casa de Maria Neta para ali começar a receber as idosas que precisavam de cuidados. E, com o seu consentimento, convidou Neuza Couy, Natalice Couy e Amelinha Salles. Com isso, começaram a fazer rifas e a pedir alguma ajuda. Ganharam uns 8.000 Cruzeiros e Lídio Pimenta doou braúnas e arame para a cerca. Para evitar a lama, Osvaldo Mattedi mandava caixas de madeira que eram colocadas como muro.

Quebrou o galho por uns tempos. Nessa altura, o prefeito Fabio Augusto Ramalho fez o muro. 

As primeiras internas foram Mili e Gené. E, a partir daí, muitas outras passaram por aquela Instituição, chegando a ter mais de 40 internas, e, atualmente, temos 31.

A casa de Maria Neta funcionou durante cinco anos como experiência, e somente em janeiro de 1989, é que foi feita a ata de fundação. É uma Instituição mantida pelas próprias idosas com as suas aposentadorias, uma vez que não recebe nenhuma verba para manter-se.

Com o dinheiro arrecadado e com o trabalho incansável de Tereza de Basti, foi construído um segundo andar com boa rampa, 22 quartos, 12 banheiros, cozinha com fogão a lenha e fogão a gás, refeitório, sala de televisão e uma lavanderia equipada com máquinas industriais, que na época custou em torno de 40.000 reais e a construção de um mausoléu.

Apesar das dificuldades, o Abrigo Maria Neta mantém, também, 15 cuidadoras, acompanhantes para hospital, uma nutricionista e um fisioterapeuta.

A atual presidente é Maria Beatriz de Sousa, que através de seu trabalho, tem conseguido ajuda do fórum, através de projetos, o que tem ajudado bastante.

Na oportunidade, o Abrigo agradece às pessoas que fazem doações de roupas, frutas, verduras, dentre outras coisas.

Que Deus lhes pague!

0
0
0
s2sdefault
Topo
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com